Share on Facebook
Conforme o estatuto da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro:
CAPÍTULO VIII
Das Unidades Complementares
Art. 27° Atendidas as disposições estatutárias e regimentais da Universidade, os objetivos e os critérios gerais para organização e o funcionamento das Unidades Complementares, de que trata o art. 6° do Estatuto, serão estabelecidos em Instrução Regimental, sendo elaborados pelos Decanos dos respectivos Centros, aprovados pelo Reitor e submetidos à homologação do Conselho Universitário.
Art. 28° Cada Unidade Complementar terá um Diretor nomeado pelo Reitor, nos termos do art. 15, Inciso IV, para um mandato de dois anos, podendo haver recondução.
Parágrafo único – para melhor desempenho de suas atribuições, o Diretor da Unidade Complementar poderá ser auxiliado por um Vice-Diretor por ele indicado e por colegiados ou comissões especializadas, com funções definidas na Instituição Regimental própria.
Art. 29° A estrutura orgânica e a discriminação de finalidades e atribuições de cada Unidade complementar serão fixadas por Ato da Reitoria, após decisão de sua criação pelos órgãos competentes, na forma estabelecida no Estatuto.
Art. 30° As atividades das Unidades Complementares seguirão integradas no Orçamento-Programa da Universidade, cabendo aos seus dirigentes apresentar o plano de trabalho a ser aprovado, na forma estabelecida pela sistemática de assuntos financeiros, bem como o controle de sua execução, para elaboração do relatório anual de cada Unidade Complementar.
Art. 6° As Unidades Complementares destinam-se a desenvolver atividades concernentes a determinadas áreas especializadas, sob forma de prestação de serviços, visando estabelecer a interação entre a Universidade e o meio, de forma a trazer respostas às necessidades da comunidade.
§1° A colaboração das Unidades Complementares deverá atender tanto às necessidades dos próprios órgãos universitários quanto ás dos organismos públicos e privados do meio em que se inserem.
§2° Qualquer participação das Unidades Complementares, que envolver aspectos particulares de capacitação e recapacitação de pessoal, deverá fazer-se em íntima cooperação e orientação dos Departamentos, quanto à consecução dos objetivos fixados no inciso V do art. 1°.
§3° As vinculações de caráter hierárquico e técnico-administrativo das Unidades Complementares serão feitas, em função da atividade predominante, com o Centro da respectiva área.
§4° Somente poderão ser Unidades Complementares aquelas que, por seu sistema de organização e funcionamento, não contrariem as exigências autonômicas previstas em lei para as universidades.

Missão do NIMA

Tornar a PUC-Rio referência nacional e internacional em meio ambiente, contribuindo através da ciência e da educação para o desenvolvimento sustentável, visando estabelecer a interação entre a Universidade e o meio, e entre sociedade e natureza.
Portal PUC-Rio digital
 
Revista GeoPUC - A revista do Departamento de Geografia