Share on Facebook

Felipe no AmChamRio

Diretor do NIMA, Luiz Felipe Guanaes, entrega prêmio a Vale por seu projeto na categoria Inovação Ambiental

 

Ontem (09/10) à noite, foi realizada a entrega de prêmios da 10ª edição do Prêmio Brasil Ambiental, no Solar da Imperatriz, no Jardim Botânico. Luiz Felipe Guanaes, diretor do Núcleo Interdisciplinar de Meio Ambiente (NIMA) da PUC-Rio, integrou a comissão julgadora da categoria Inovação Ambiental, que elegeu como vencedor o projeto “Fundo Vale e o Mapa de Sinergias da Pan-Amazônica” da empresa Vale. O evento premiou outras cinco categorias: emissões atmosféricas; gestão de resíduos sólidos; preservação e manejo de ecossistemas; responsabilidade socioambiental; e uso racional de recursos hídricos. As empresas vencedoras foram, respectivamente, Tractebel Energia; Sindicom; GDF SUEZ Energy Brasil Ltda; Tractebel Energia; e Schlumberger Serviços de Petróleo.

O tema central desta edição foi “Biodiversidade e a importância do patrimônio genético” e destacou a gestão consciente dos recursos naturais e da exploração responsável da diversidade genética brasileira em prol de um desenvolvimento sustentável. O Prêmio Brasil Ambiental foi criado em 2005, por iniciativa da Câmara de Comércio Americana (AmCham) do Rio de Janeiro, e tem o objetivo de reconhecer e valorizar empresas que desenvolvem projetos de meio ambiente.

Os critérios de avaliação da comissão julgadora foram investimento envolvido no projeto com relação ao faturamento da empresa; alcance social do projeto; originalidade; grau de comprometimento da empresa; e os resultados obtidos. Dentro da categoria de inovação ambiental, na qual Guanaes foi jurado, foram consideradas novas tecnologias (soluções inovadoras) e inovações em processos produtivos que considerem a variável ambiental e otimizem a utilização de recursos naturais. O projeto vencedor da Vale foi criado com o intuito de promover o desenvolvimento sustentável e identificar o trabalho de pessoas e organizações que atuam em prol do desenvolvimento sustentável do bioma amazônico.

A cerimônia de premiação contou com a presença especial do Presidente do Instituto Brasil PNUMA, Haroldo Mattos de Lemos, e da Diretora do Departamento do Patrimônio Genético da Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Ana Takagaki Yamaguishi, além da Presidente do Comitê de Meio Ambiente da AmCham Rio, Karim Ozon.

Vencedores AmCham Rio

Menu Imprensa

Portal PUC-Rio digital
 
Revista GeoPUC - A revista do Departamento de Geografia