Share on Facebook

A nova Agenda Socioambiental da PUC-Rio atualiza a atual Agenda Ambiental da Universidade, em vigor desde 2009. A atual Agenda é constituída pelos tópicos: biodiversidade; água; energia; atmosfera; materiais; resíduos; e educação ambiental. (http://www.nima.puc-rio.br/noticias/agenda_ambiental.pdf)

A agenda retrata um Acordo Coletivo, uma Carta Compromisso entre os gestores da Universidade e seus professores, alunos, funcionários e colaboradores para adoção de medidas que impulsionem a criação de uma estrutura em que o espaço físico construído esteja integrado com a área verde, numa atitude de respeito e preservação do patrimônio social, educativo e ambiental.

Para que este acordo torne legítimo o compromisso assumido na Agenda, algumas condições devem ser observadas:

  1. Uma postura colaborativa entre todos os atores;

  2. Entendimento de que a responsabilidade pelas soluções deve ser partilhada e trabalhada entre todos;

  3. Flexibilidade para aceitar o novo e o diferente ainda que, por vezes, seja necessário romper velhos hábitos;

  4. Manter e estimular a interdisciplinariedade da participação da comunidade PUC;

Ciente da necessidade de sua revisão, avaliação dos êxitos e fracassos, e, tendo em vista as mudanças socioambientais ocorridas nos últimos anos iniciou-se um grupo de trabalho de modo a promover a revisão e atualização dos diagnósticos,

diretrizes e metas, à luz, em especial, da “Carta Encíclica Laudato Si: sobre o cuidado da casa comum”, lançada pelo Papa Francisco, em maio de 2015. 

A nova agenda da Universidade irá englobar, além das questões estritamente ambientais, também os aspectos sociais correlacionados. 

Neste sentido, será feita a revisão dos temas tratados na Agenda, que passarão a ser os seguintes: (a) biodiversidade; (b) água; (c) energia; (d) mudança climática e qualidade do ar; (e) resíduos sólidos; (f) educação; (g) espaços construídos e de convivência; (h) mobilidade; e (i) saúde. Pretende-se que cada um destes temas seja minuciosamente desenvolvido, sempre de forma integrada, estabelecendo-se o diagnóstico do seu status quo na Universidade, bem como seus respectivos princípios, diretrizes e metas, de modo a se promover a sustentabilidade do Campus e, consequentemente, tornar a PUC-Rio uma universidade efetivamente sustentável. 

O grupo de pesquisadores será orientado por professores da Universidade e trabalhará de forma integrada e coesa, sendo que cada um dos alunos-pesquisadores terá como foco específico um dos temas da nova Agenda Socioambiental da PUC-Rio.

Para a realização do diagnóstico, serão desenvolvidos levantamentos de dados, sistematização e análise crítica do material coletado, pesquisas e análises de agendas ambientais ou boas práticas na área de sustentabilidade adotadas por outras instituições de ensino, bem como de referências teóricas que deem sustentação e orientem a definição das metas e de programas e projetos no âmbito da nova Agenda. 

Ao final dos trabalhos, serão desenvolvidos relatórios de pesquisa individuais, devidamente integrados, que sirvam de base para a redação da nova Agenda Socioambiental da PUC-Rio.

Missão do NIMA

Tornar a PUC-Rio referência nacional e internacional em meio ambiente, contribuindo através da ciência e da educação para o desenvolvimento sustentável, visando estabelecer a interação entre a Universidade e o meio, e entre sociedade e natureza.
Portal PUC-Rio digital
 
Revista GeoPUC - A revista do Departamento de Geografia