Tecnologias verdes
05/07/2018

"Há tempos a sustentabilidade virou palavra de ordem. Virou moda separar o lixo, optar por alimentos orgânicos, trocar o carro pela bicicleta, mas algumas práticas e hábitos continuam lá, estabelecidos dentro de casa. É justamente no ambiente doméstico que boa parte da energia e dos recursos são desperdiçados ? seja num banho quente mais longo, seja no abuso do ar condicionado ou em iluminações lindíssimas, conseguidas mediante o uso de lâmpadas nada econômicas. Olhe para a sua própria casa: que práticas e equipamentos você poderia modificar para torná-la ecologicamente correta? Além de escolher aparelhos domésticos contemplados com o selo Procel (o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica), por sua eficiência, uma série de medidas podem ser adotadas desde já para preservar o planeta – e o seu bolso. A seleção foi elaborada com a colaboração do professor Felipe Guanaes, do Núcleo Interdisciplinar de Meio Ambiente (Nima) da PUC-Rio, e da arquiteta Alexandra Lichtenberg, criadora do premiado Projeto Eco House em que ela implementou uma série de medidas e tecnologias para transformar seu próprio lar numa casa sustentável. Uma inspiração e tanto."

Clique aqui para ler a matéria completa da VejaRio