Seminário 5 Anos da Laudato Si’

Você confere aqui a programação completa do evento:

A Laudato Si’ foi a primeira carta encíclica a abordar a questão ecológica. Escrita pelo Papa Francisco e publicada em junho de 2015, o documento reflete a relação do ser humano com sua Casa Comum, ou seja, a Terra. A carta ainda busca soluções a partir da união de todos e todas que habitam o planeta a partir de uma visão integradora que une questões sociais e ambientais.


A PUC-Rio assumiu a responsabilidade de divulgar a Encíclica Laudato Si’ no Brasil desde a publicação do documento. Agora, no contexto de uma pandemia que exige mais do que nunca a solidariedade entre os seres humanos, a Universidade celebra os cinco anos da Laudato Si’ através de um seminário online e com a participação de diversos especialistas de sete países.


O Seminário 5 Anos da Laudato Si’ é uma iniciativa da Rede de Ambiente e Sustentabilidade da Associação de Universidades Confiadas à Companhia de Jesus na América Latina (RAS – AUSJAL). Cada dia de encontros tratará de um tema específico e você pode se inscrever nestes links para todos os dias do evento:


14/09, segunda-feira: A Teologia
http://www.puc-rio.br/ecoa/go#laudatositeologia


15/09, terça-feira: A Ecologia Integral

http://www.puc-rio.br/ecoa/go#laudatosiecologia


16/09, quarta-feira: A Biodiversidade
http://www.puc-rio.br/ecoa/go#laudatosibiodiversidade


17/09, quinta-feira: O Clima
http://www.puc-rio.br/ecoa/go#laudatosiclima


18/09, sexta-feira: O Ensino
http://www.puc-rio.br/ecoa/go#laudatosiensino

NEAd e NIMA se juntam para debater Brumadinho e as questões da mineração no Brasil

Na sexta-feira, 16 de maio de 2019, o NEAd – Núcleo de Integração de Jovens e Adultos, em parceria com o NIMA, realizou um cinedebate sobre o desastre ambiental ocorrido em 25 de janeiro deste ano, em Brumadinho (MG). O evento teve o objetivo de chamar a comunidade PUC-Rio para refletir e entender melhor sobre as questões jurídicas e socioambientais do rompimento da barragem da Vale. Após a exibição de três vídeos explicando a tragédia (dois d`O Globo e um de um canal independente do Youtube), as pessoas presentes puderam ouvir as falas dos palestrantes convidados. Eram eles: Danielle Andrade Moreira (Departamento de Direito da PUC-Rio e conselho consultivo do NIMA), Alberto Tornaghi (Diretor do NEAd) e Léa Tiriba (Departamento de Educação da UNIRIO e coordenação do NINA – Núcleo Infâncias Natureza e Arte da UNIRIO).

Seminários do CSRio (Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio)

Conservação Ambiental 

O gerente do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), Fábio Leite, vai ministrar a palestra Financiamento de projetos para a conservação ambiental no Brasil: Aprendizados e desafios observados pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). Organizado pela Centro de Ciências da.       Quarta-feira (5), às 17h, no auditório B8.

“Barragens de Rejeitos: Lições Aprendidas”

ABMS – Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, Academia Nacional de Engenharia e Comitê Brasileiro de Barragens – CBDB se unem para apresentar análises sobre os recentes acidentes que envolvem barragens de rejeitos e novidades da norma de construção, além de abrir espaço para debate.
Data: 13/03/2018
Local:  Auditório prof. Del Castilho (Prédio RDC)

“Sonhos loucos e sonhos possíveis: resselvajamento e refaunação como estratégias de conservação para o século XXI.”
Este é o tema da palestra inaugural do primeiro seminário do Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (CSRio) em 2018, realizado em conjunto com o Instituto Internacional para Sustentabilidade. Logo após a fala do biólogo e professor Fernando Fernandez, haverá apresentações de artigos de literatura científica, discussão aberta e, para finalizar, uma happy hour.
Este post é um convite para você vir ao auditório AMEX do IAG nesta quarta (21/03) a partir das 16h. Nem precisa se inscrever.
Data: 21/03/2018
Local: Auditório AMEX
 
 “Políticas Ambientais: Novos Rumos”
A discussão, organizada pelo Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (CSRio), contou com a presença da ex-ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Ela destacou que a agenda ambiental urbana brasileira necessita conquistar cada vez mais relevância.
Além da palestra de Teixeira, o encontro teve a apresentação de artigos científicos recentes sobre o tema.
 
Você pode ver a reportagem da TV PUC aqui:
 https://www.youtube.com/watch?v=QnHkCmC4SDs
 
Seminário CSRio: Projeto Mutirão de Reflorestamento na cidade do Rio de Janeiro,
Você está vendo o Morro Dois Irmãos antes e depois do Projeto Mutirão de Reflorestamento na cidade do Rio de Janeiro, nos anos 1998 e 2008.
Se você quer saber mais sobre o projeto e seus impactos, haverá um encontro do CSRio – Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (http://www.csrio.org/) que discutirá o tema, aqui na PUC-Rio.
Programação:
-Impactos socioeconômicos da restauração ecológica: As percepções das comunidades sobre o Projeto Mutirão de Reflorestamento, RJ – Luisa Lemgruber
-Projetos de restauração ecológica: percepção ambiental, interação e perspectivas de comunidades urbanas- Beatriz Castro Miranda
-Florestas em processo de restauração ecológica na Mata Atlântica: o caso das florestas urbanas do Rio de Janeiro – Stella Mata
-Apresentações de artigos científicos.
Data: 04/04/2018
Local: Auditório RDC – Rio Data Centro PUC-Rio

Seminário CSRio: “Amazônia: passado e presente de uma paisagem domesticada”
Todos que têm interesse em temas relacionados à agricultura na região amazônica estão convidados para o próximo seminário do Centro de Ciências da Conservação e Sustentabilidade do Rio (http://www.csrio.org). O evento tem o tema “Amazônia: passado e presente de uma paisagem domesticada” e vai acontecer no Auditório RDC – Rio Datacentro PUC-Rio, nesta quarta dia 11, a partir das 16h30. Serão duas palestras, seguidas de uma happy hour.
“Heranças pré-colombianas nas paisagens e sistemas de cultivo amazônicos”. A palestra traça uma análise de fatores socioculturais e biofísicos, visando fornecer subsídios para o desenvolvimento de sistemas produtivos sustentáveis e para a conservação da sociobiodiversidade. Com André Junqueira, biólogo pela USP – Universidade de São Paulo , mestre em botânica pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e doutor em Ecologia da Produção e Conservação de Recursos Naturais pela Wageningen University & Research, na Holanda, e pesquisador pós-doutor no Instituto Internacional para Sustentabilidade.
.“Efeitos da intensificação agrícola nas trajetórias sucessionais de florestas amazônicas”. Como as florestas se regeneram, após perturbações naturais ou antrópicas? Este estudo pode aprimorar os modelos de restauração florestal em diferentes biomas brasileiros. A palestra será de Catarina Jakovac, bióloga pela USP, mestre pela UNICAMP, pesquisadora bolsista no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA/MCTI, doutoranda e pós-doutora na Universidade de Wageningen.
 
Data: 11/04/2018
Local: Auditório RDC – Rio Datacentro PUC-Rio